fbpx

Comunidade

Cultura para todos, é este o nosso lema

Desde a primeira hora, é nosso objetivo envolver diretamente a comunidade em processos artísticos de proximidade e que permitam uma democratização das artes, possibilitem a criação de novos públicos e novas dinâmicas no território. Assim, todos os nossos Planos de Atividades têm incluindo, pelo menos, uma iniciativa com a comunidade.

Em 2018, integrámos 13 severenses no projeto “Dou Mais Tempo à Vida” que subiram ao palco com o grupo Severi. Explorando o movimento, criaram uma personagem coletiva que representava todos os doentes oncológicos que não baixaram os braços, lutaram e venceram a doença.

Em 2019, nove severenses, integraram o Auto da Barca do Inferno, na versão mais severense de sempre. Vestiram o papel de cavaleiros dos nossos dias, num discurso bem divertido e descontraído, mas com muita sátira à mistura, à boa maneira de Gil Vicente, fizeram refletir os espectadores sobre alguns dos desafios da sociedade atual: a falta de tempo, a igualdade de género, o meio ambiente, a solidão e o isolamento, entre outros.

Os dois desafios tiveram uma aceitação fantástica da comunidade. Em ambos os casos as inscrições esgotaram em poucos dias.

Dado os bons resultados e o desejo manifesto em continuar a subir ao palco, a Severi lançou um desafio ainda mais arrojado. A comunidade está, agora, a preparar o primeiro projeto artístico a solo. O grupo é composto por 7 mulheres, a peça chama-se às “Quintas”, uma alusão ao dia dos ensaios que é, para todas elas, um dia de encontros, um escape para as rotinas, um dia de partilha e muitas gargalhadas.
O grupo está em constante evolução, todos são bem-vindos!

É um grupo inclusivo é um grupo para todos!