fbpx

Rasgar o Céu

Dizem que o céu é o limite. Nós quisermos ir mais longe e rasgar o céu.
Trazer esta peça a palco parecia impossível, mas o horizonte esteve sempre lá e nós, por mais longe que tivéssemos, focamos nele o olhar. E chegamos ao dia de hoje. O espetáculo já deu cambalhotas e mais cambalhotas, mas cá está, com um novo ponto de partida, num exercício criativo como outro qualquer.

São seis histórias dentro de uma única história. Uma peça com várias camadas. Uma caixa mágica. José Maria e Sãozinha são um casal comum, a sua televisão é a janela aberta para muitas histórias.

Esperamos uma série de gargalhadas com interrogações, daquelas que nos fazem rir e pensar.
As histórias fazem-nos mergulhar na sociedade atual e questionar o porquê de muitas vezes andarmos tão rápido, só pelo hábito de correr sem parar para pensar – O que fazemos aqui?

Aqui falamos também de sonhos, falamos de superação, falamos de começar, seja de onde for. Falamos de deixar tudo o que não interessa, porque a felicidade é tão simples e cabe na palma das nossas mãos.

O projeto junta cerca de 50 severenses de todas as idades. À Severi junta-se o grupo juvenil e a comunidade. Estamos juntos. Vamos celebrar. O desafio é parar e viver.

Bilhetes à venda no CAESV, Balcão Único, Posto de Turismo e Museu Municipal ou em Ticketline.